Follow by Email

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ecossistemas – Onde tudo se relaciona!

O nosso planeta, com todos os seus seres vivos e factores físicos não vivos que os afetam, forma um sistema muito bem organizado. Em 1930, Roy Clapham, chamou à unidade formada por componentes físicos, biológicos e suas relações, ecossistema.
Em 1935, Arthur Tansley aprimorou o termo, descrevendo-o como sistema interativo estabelecido entre biocenoses (grupo de criaturas vivas) e o seu biótopo (ambiente onde vivem). Segundo Christopherson, numa das definições mais recentes, 1997, um ecossistema é um sistema natural no qual se encontram plantas, animais e microorganismos (fatores bióticos) numa área em funcionamento conjunto com todos os fatores físicos não vivos do ambiente (fatores abióticos). Apesar de existirem muitas possíveis definições é central a ideia que os organismos vivos estão, continuamente, envolvidos em conjuntos de relações com todos os elementos que constituem o seu meio. Também é aceite por todas as definições que os ecossistemas são sistemas abertos no sentido em que a energia e a matéria podem entrar e sair. Contudo, não existem restrições conceptuais para o tamanho que deve ter um ecossistema, o mínimo número de espécies nem para os organismos que têm que estar presentes.
A Terra pode ser considerada como um ecossistema único, que converte energia solar numa grande variedade de produtos orgânicos e que aumenta a sua complexidade biológica ao longo do tempo. No entanto podemos encontrar ecossistemas mais pequenos dentro do nosso planeta.

Queres saber quais são os ecossistemas que existem na Terra? Queres saber quais os seres vivos de cada ecossistema e os fatores abióticos que os afectam? Não percas as próximas publicações !

Sem comentários: