Follow by Email

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Lamarckismo - os primeiros passos da evolução


Jean-Baptiste Lamarck
Este é um tema abordado no programa educativo para o ensino secundário, denominado “De Lineu a Darwin”.

O autor das teorias do Lamarckismo, foi Jean-Baptiste Lamarck (1744-1829) que nasceu a 1 de agosto, no norte de França. Aplicou o termo “biologia” para designar a ciência que estuda os seres vivos e dedicou-se ao estudo dos invertebrados.
Em 1809, publica o livro “Filosofia Zoológica”, em que fundamentou a sua teoria com base em duas leis, a “lei do uso e do desuso” e a “lei dos caracteres adquiridos”.    
A “lei do uso e do desuso”  -  defendia que o desenvolvimento ou a atrofia dos órgãos, acontecia em função da necessidade, que o indivíduo tinha para usar esses mesmos órgãos, o exemplo clássico desta teoria é a imagem da girafa que queria alcançar as folhas no topo das acácias e para isso o seu pescoço desenvolveu-se por forma a permitir que se alimentasse destas folhas. Esta seria uma resposta à mudança no ambiente e conforme as espécies teríamos depois diferentes respostas ao meio, com alterações do seu comportamento.
A “lei dos caracteres adquiridos” – vai de encontro à ideia de que estando o meio a mudar os animais se iam adaptando a estas mudanças e posteriormente, estas adaptações adquiridas iriam passar para a descendência, de geração em geração.
No já referido livro Filosofia Zoológica, Lamarck também faz referencia, à alteração dos seres vivos, com aumento da sua complexidade e também à tendência destes para a perfeição
Durante a sua vida Lamarck, não obteve reconhecimento pelas suas teorias.
À luz do conhecimento actual podemos verificar que há lacunas nas leis desenvolvidas por Lamarck, mas estas representaram o início do evolucionismo.
Vem ao Jardim Zoológico e testa o Lamarckismo enquanto observas os animais.

Sem comentários: