Follow by Email

sexta-feira, 9 de março de 2012

Dentes e Bicos!


Esta semana vamos mostrar-te algumas adaptações dos animais ao seu regime alimentar. 

Sabias que é possível descobrir o regime alimentar de um mamífero através da sua dentição? Cada tipo de dente tem a sua função e dente. Os dentes incisivos cortam os alimentos, os caninos servem para agarrar e rasgar, os pré-molares são rugosos e ajudam a triturar a comida e os dentes molares desfazem o alimento em pedaços mais pequenos. 



Tigre-da-sibéria (Panthera tigris altaica)



Nos carnívoros, como o leão, os caninos são muito grandes e fortes próprios para rasgar a carne. Além disso, também possuem garras fortes que os ajudam a agarrar a presa. Já os herbívoros, como a girafa, têm incisivos longos, fortes e cortantes, e molares muito largos que lhes permite triturar os vegetais. Estes como não são predadores, em algumas espécies não têm caninos. No lugar dos caninos têm a chamada barra ou diastema, que é um espaço sem dentes que lhes é útil para movimentarem o alimento volumoso dentro da boca.

Já os omnívoros, que se alimentam um pouco de tudo, têm uma dentição completa, com todos os tipos de dentes.



Pelicano-real (Pelecanus onocrotalus)



No caso das aves, podemos observar que cada uma tem o bico adequado ao seu tipo de alimentação. Já viste o bico da águia? Ela é um animal carnívoro, possuindo um bico curto e forte que lhe permite rasgar a carne. Já o pelicano que é uma ave aquática tem um bico muito longo que lhe permite apanhar o peixe que necessita para comer. A andorinha tem um bico curto e fino adaptado para apanhar insetos em voo. 

Para aprenderes mais sobre as adaptações dos animais, ao seu regime alimentar, vem visitar o Jardim Zoológico e participa com a tua turma no programa educativo para o 2º ciclo “Adaptações e   Comportamentos”.




Sem comentários: