Follow by Email

sexta-feira, 30 de março de 2012

O revestimento dos animais


O revestimento apresenta funções importantes para os animais, consegues pensar em algumas? Proteção do organismo do exterior, e das perdas de água, isolamento de perda de calor e atracção de parceiro sexual.
Cecília
Agora vamos falar das diferentes classes de vertebrados e os seus respetivos revestimentos, vamos começar pelos anfíbios, são exemplo desta classe – rãs, salamandras e cecílias – estes animais caracterizam-se por terem a pele nua. As aves, por sua vez, têm penas a revestir o corpo que têm origem na epiderme. Existem diferentes tipos de penas quanto à função: as penas de voo, de aquecimento (plúmulas) e de revestimento (tectrizes), por outro lado quanto à localização temos retrizes, existem na cauda direcionam o voo como um leme e as rémiges presentes nas extremidades das asas funcionam como pás durante o voo. Em algumas aves, como por exemplo o pavão, as cores das penas estão diretamente relacionadas com a atracção do parceiro sexual.
Pavão
Na classe dos répteis encontramos tartarugas, serpentes, crocodilos, lagartos e tuataras. Estes apresentam o corpo revestido por escamas, que são epidérmicas, ou seja, caem ao longo da vida do animal – mudas - para dar lugar a escamas novas. As escamas têm como principal função proteger o organismo do exterior e evitar as perdas de àgua. Os peixes também têm escamas mas estas são dérmicas.
Os invertebrados, como é o caso dos insetos, possuem um exosqueleto constituído por quitina, os crustáceos como os caranguejos e as lagostas, têm revestimento de quitina e cálcio, tanto os insetos como os crustáceos sofrem mudas. Este exosqueleto para além de evitar as perdas de àgua, protege os indivíduos de agressões do meio exterior.

Sem comentários: