Follow by Email

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Biogeografia: um dos fundamentos do Darwinismo


Já nos referimos à biogeografia como um dos argumentos a favor da evolução. Hoje vamos perceber por que é que Darwin usou este fundamento para explicar a sua teoria evolutiva. Em 1835, numa expedição à volta do mundo, ele visitou as Galápagos, tornando estas pequenas ilhas do Pacífico numa referência ao nível da evolução das espécies.
Tartaruga-gigante-das-galápagos
A Tartaruga-gigante-das-galápagos (Chelonoidis nigra) evoluiu ao longo de milhares de anos, existindo atualmente 11 subespécies. Darwin verificou, em exemplares de diferentes ilhas, diferenças no tamanho e na forma das carapaças. Em ilhas com ambientes húmidos são maiores e possuem carapaça em forma de abóbada e pescoço curto. Por outro lado, em ambientes mais secos são menores e apresentam carapaça em formato de sela de cavalo, facilitando que o pescoço mais longo atinja locais altos. Percebeu que todas eram originárias de uma única espécie, que se teria adaptado a diferentes ambientes existentes em cada ilha, e que esta variabilidade teria com o tempo permitido a divisão nas várias subespécies.
Tentilhão-de-solo-de-bico-grande
Ao examinar 13 espécies de tentilhões, Darwin constatou que existiam variações na forma e/ou tamanho do bico. Associando-as com o nicho ecológico, deduziu que as características do bico estavam relacionadas com o tipo de alimento disponível no local que tinham colonizado. O tentilhão-de-solo-de-bico-grande (Geospiza magnirostris), com um bico largo e forte, desloca-se pelo chão à procura de sementes duras. Já o tentilhão-pica-pau (Camarhynchus pallidus sp.) alimenta-se de insetos nas árvores devido ao bico mais fino e longo.Com um ancestral comum americano, estas aves encontraram nas Galápagos uma imensidão de locais por explorar, adaptando-se a diferentes estilos de vida. Com o tempo, o isolamento geográfico de cada espécie terá impedido a migração e o fluxo de genes com a espécie original e com as de outras ilhas, promovendo a estabilização de características genéticas individuais.
Vem ao Jardim Zoológico assistir a uma visita guiada “De Lineu a Darwin” para o Secundário e aprender mais sobre evolução, observando ao vivo diversas espécies.

Sem comentários: