Follow by Email

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Da savana à tundra



A semana passada falamos da savana em “ Da biosfera à savana”, esta semana, vamos viajar até zonas muito mais frias, as tundras, podemos encontrar este tipo de habitat junto ao pólo norte – Ártico.
Tundra
Caraterizam-se por terem um permafrost, ou seja, uma camada de gelo que é permanente ao longo do ano, o seu clima é frio e seco, designado por clima polar, as temperaturas apresentam-se em média sempre negativas.
E será que este tipo de habitat permite a existência de vida? Sim, aqui também há vida, mas subsiste com as devidas adaptações, as plantas são rasteiras, é disso exemplo, o Salix artica. Também podemos encontrar musgos e líquenes.
E quanto à fauna, existem mamíferos e aves que vivem nestes habitats, o Boi-almiscarado, o Urso-polar, são animais que vivem durante todo o ano na tundraa Coruja-das-neves, efetua migrações para zonas mais quentes, no sul.
Coruja-das-neves
No Jardim Zoológico encontramos a Coruja-das-neves, apresenta penas brancas com pintas e dimorfismo sexual, já que a fêmea “tem mais pinta” que o macho, isto tem a ver com o facto de as pintas lhe conferirem camuflagem, quando se encontra no ninho. São várias as adaptações que apresentam
E os répteis? Não os encontramos, na tundra, porque será? O seu tipo de metabolismo não lhes permitiria sobreviver, neste tipo de habitat, principalmente devido às baixas temperaturas ao longo do ano.

Sem comentários: