Follow by Email

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Existem animais selvagens em Portugal? O Melro


Animais selvagens são aqueles que vivem na selva."
Melro-preto
Resposta tantas vezes repetida e outras tantas explicada: "Animais selvagens são aqueles que vivem sem precisarem do Homem." Apesar de ser uma definição generalista não contempla exceções como alguns animais que, embora não dependam do Homem diretamente, tiram proveito dessa convivência. Podia falar-te de ratazanas ou gaivotas, mas hoje escolhemos falar-te do melro-preto (Turdus merula).
Sabias que é uma ave muito fácil de avistar nos jardins e parques citadinos?
Se ainda não sabes o que é um melro vamos ensinar-te a identificá-los. Para começar são aves, logo têm o corpo revestido de penas que, nos machos, são negras; têm bico, que é laranja, assim como a aréola dos olhos; e têm as patas e cauda compridas. O seu modo de locomoção principal é o voo mas encontram-se muitas vezes a saltitar nas folhas caídas no chão à procura de alimento, insetos e larvas, ou bagas. Têm uma alimentação diversificada, são omnívoros.
As fêmeas distinguem-se facilmente dos machos porque têm uma plumagem mais acastanhada, logo diz-se que esta espécie apresenta dimorfismo sexual. Os juvenis têm uma coloração semelhante à das fêmeas.
Melro-metálico-de-cauda-comprida
No Jardim Zoológico podes encontrar o melro-metálico-soberbo (Spreo superbus) e melro-metálico-de-cauda-comprida (Lamprotornis caudatus), mas não te deixes enganar pelo nome comum (nome que usamos em português) pois pelo nome científico (em latim) vês que não são espécies assim tão próximas (ou seja, não pertencem ao mesmo género), embora continuem a ser da mesma família.
O nome comum de uma espécie varia de país para país e às vezes de região para região; já o nome científico é utilizado por cientistas em todo o mundo. O nome científico é composto por duas palavras em latim: a primeira corresponde ao género que agrupa as espécies mais próximas entre si; e a segunda  é única para cada espécie dentro daquele género. Os géneros que apresentam semelhanças, proximidade genética ou evolutiva são agrupados na mesma família.

Sem comentários: