Follow by Email

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Tigres-brancos, será que são albinos?


Tigre-da-sibéria
No Jardim Zoológico podes observar Tigres-brancos, muitas pessoas pensam que eles vivem em habitats onde há neve, mas será que é verdade? Afinal porque é que estes tigres são brancos com riscas escuras e os outros têm uma cor mais alaranjada?
Vamos então passar às respostas, o que se passa com estes tigres é um situação genética associada a um gene recessivo, assim sendo qualquer subespécie de tigre, como os representados no Jardim Zoológico, Tigre-de-sumatra e Tigre-da-sibéria, podem ter crias brancas, mas para isso, ambos os progenitores têm de ser portadores do gene recessivo, no seu genótipo. É de notar que a cor que vês normalmente nos Tigres, o alaranjado, é determinada por um gene dominante.
Os Tigres-brancos do Jardim Zoológico, já se reproduziram e nascem sempre crias brancas porque, ambos os progenitores são brancos, ou seja portadores do gene recessivo para a cor do pêlo.
Apesar de rara esta situação pode acontecer, vamos agora supor que ocorre no habitat natural, o que irá acontecer a uma cria de que seja branca? Será que consegue sobreviver?
Como sabes a seleção natural, atua sobre os indivíduos, daí que os tigres, tenham a cor laranja com riscas pretas, porque lhes confere vantagem na sua camuflagem, crucial para a sua sobrevivência, uma vez que são predadores. Assim sendo, uma cria de Tigre-branco pode ser rejeitada logo à nascença pela sua mãe ou então, mesmo que seja amamentada, dificilmente sobreviverá no habitat natural, porque não se consegue camuflar.
Uma questão que é comum surgir é: Mas será que estes animais, não são albinos? Ser albino significa que não há a capacidade de produzir pigmentação, refletindo-se na cor da pele e pêlo e estes felinos apresentam riscas pretas.
Quanto à sua conservação, não têm estatuto de conservação porque na realidade não são uma subespécie, como os outros tigres, são sim uma variação dentro de qualquer uma das subespécies de tigre conhecidas.

Sem comentários: