Follow by Email

sábado, 20 de outubro de 2012

O Príncipe da Pérsia



O Leopardo-da-pérsia é uma das 8 subespécies de leopardo reconhecidas que podemos encontrar no planeta. O tamanho varia consideravelmente, consoante a região geográfica de distribuição, mas as principais características são partilhadas por todas as subespécies. É típico destes felinos apresentarem pernas curtas e poderosas e possuírem no seu pelo, rosetas pretas nas costas, flancos, ombros e ancas e pontos negros e manchas na cabeça, pescoço, peito e barriga.
Os Leopardos têm uma dieta abrangente, sendo capazes de se adaptar a qualquer variação de disponibilidade de presas. No caso do Leopardo-da-pérsia varia consoante as presas que existem naquela região, ou seja, podem-se alimentar de cabras, muflões e javalis. A sua estratégia de caça passa por arranjar pontos vantajosos como árvores e rochas, para localizar as presas e silenciosamente fazer a sua perseguição. São territoriais como a maioria dos felinos e marcam o seu território com uma grande variedade de sinais como urina e arranhões nas árvores. Normalmente são solitários, sendo que por vezes mesmo após o acasalamento machos e fêmeas podem ficar juntos por algum tempo.
Estão ameaçados essencialmente devido à fragmentação do seu habitat que acaba por separar populações de animais. A caça e a diminuição das suas presas também contribuíram largamente para o declínio desta espécie.
No Jardim Zoológico, esta é uma espécie que tem tido muito sucesso reprodutivo, sendo que nos últimos anos nasceram 8 crias, fruto do trabalho de excelência efetuado pela equipa de tratadores e veterinários.
Neste momento está a ocorrer o processo de reintrodução destes animais na Rússia, do qual vamos ter mais notícias no futuro. Para já podem acompanhar o processo através dos links abaixo: 

Sem comentários: