Follow by Email

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Ninho ou toca?

ninho de abutre
Já pensaste como é que os animais se protegem do vento, da chuva, do frio, do calor e também dos predadores? A maioria constrói tocas e ninhos. Há também os que preferem escolher refúgios naturais, como buracos em árvores ou rochas. No caso das aves, estas constroem os ninhos essencialmente para colocarem os ovos durante a reprodução, para estarem protegidos dos predadores e também para ficarem quentes para que as crias se desenvolvam correctamente. Sabias que os ninhos dos abutres podem ter dois metros de diâmetro e pesar mais de uma tonelada?
ninho de colibri


E que os dos colibris são do tamanho de um dedal? E que há ninhos flutuantes, como o dos mergulhões? Mas não são só as aves que constroem ninhos. Os peixes, os insectos, as aranhas e os roedores também o fazem. Há ainda animais que constroem ninhos apenas para criar os filhotes, para passar a noite, para hibernar durante longos meses, ou até para passar toda a vida. No caso dos mamíferos, existem roedores que fazem ninhos nas ervas, outros que escavam galerias no solo e até primatas que fazem ninhos nas árvores para passar a noite. No caso das tocas, estas são escavadas no solo, na lama ou na neve, ao contrário dos ninhos que podem estar suspensos, assentes em troncos, no chão ou a flutuar. De entre os mamíferos há um animal que é conhecido por ser um autêntico engenheiro na construção das suas tocas: o castor.
Castor
Este animal é o segundo maior roedor do planeta, mas não se limita a construir uma toca. Para se assegurar que esta é acessível apenas por debaixo de água, os castores constroem uma rede de diques que pode chegar a ter 1 km de comprimento. Mas também existem alguns animais que não precisam construir nenhuma protecção, pois essa já está incluída no seu corpo, como é o caso do caracol. Como podes ver, o mundo animal está repleto de excelentes construtores e de “casas” muito diversas.






Sem comentários: