Follow by Email

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

"No Trilho da Ásia" ... Encontramos o "Gigante ameaçado

Quem será o “gigante” asiático ameaçado? Vamos dar-te umas pistas… é pesado, tem a pele enrugada e apenas um chifre. Isso mesmo… é o Rinoceronte-indiano (Rhinocerus unicornis).
É um dos maiores mamíferos terrestres, pesando em média 1800 kg (os machos podem atingir os 2700 kg). A sua pele é grossa, cheia de pregas e com pouco pelo. Ambos os sexos possuem um corno, que atinge em média 20 cm (mas pode chegar aos 60 cm) e é composto por queratina (mesmo material que tens nas unhas e no cabelo). As patas são relativamente curtas e fortes e cada uma exibe três dedos.
Pode ser encontrado no sudoeste do Nepal e no Nordeste da Índia, habitando zonas de pastagens e clareiras perto de cursos de água. Alimenta-se essencialmente de gramíneas, auxiliado pelo lábio superior preênsil. Os sentidos da audição e do olfato são bastante apurados, o que compensa a fraca visão. É um animal solitário, mas pode reunir-se em pequenos grupos em zonas lodosas para se refrescar. A fêmea atinge a maturidade sexual aos cinco anos e o macho aos nove. Na época do cio os machos lutam usando como arma (por vezes letal) não o chifre mas os dentes da mandíbula inferior. Após 16 meses de gestação nasce uma cria, que é amamentada até cerca dos 18 meses, ficando com a progenitora durante três anos (altura em que a fêmea fica novamente recetiva para acasalar). No habitat natural pode viver até aos 30-45 anos.
No início do século XX, com uma população de apenas 100 indivíduos, esteve à beira da extinção. Através de esforços conservacionistas, a sua situação melhorou e estima-se que existam aproximadamente 2500 indivíduos. Porém, a caça ilegal para obtenção do chifre e de alguns órgãos (usados na Medicina Tradicional Asiática) e a destruição do habitat continuam a ameaçar a espécie. De acordo com a IUCN apresenta atualmente o estatuto de Vulnerável. É uma das espécies incluídas na Campanha de Conservação “No Trilho da Ásia” do Jardim Zoológico de Lisboa, integrada na “Southeast Asia Campaign” da EAZA e da IUCN. No zoo de Lisboa existem quatro animais desta espécie, um macho e três fêmeas… vem conhecê-los melhor e participa numa visita guiada para ficares a saber algumas curiosidades sobre a sua vida aqui.

Sem comentários: