Follow by Email

sexta-feira, 1 de março de 2013

Comércio ilegal de espécies

O comércio ilegal de espécies é uma ameaça a muitas espécies do nosso planeta e também o 2º negócio ilegal com mais dinheiro envolvido.
A definição de comércio ilegal de espécies não se prende apenas às espécies exóticas para animais de companhia, mas sim a qualquer crime contra a natureza que envolva a venda de espécies exóticas e/ou partes das mesmas, estando por isso nesta definição para além das espécies de companhia, como algumas aves, também alguns produtos de medicina alternativa e ornamentos como malas feitas com peles de répteis, pulseiras feitas de marfim e até mesmo cinzeiros feitos com mãos de gorilas.
O combate a este tipo de comércio é difícil não só pela pouca preocupação dos países desenvolvidos, mas também porque os países exportadores  apresentam uma grande instabilidade política e populações a viverem em condições de pobreza extrema. Muitas vezes não se sabe a verdadeira origem destes produtos, uma vez que existem grupos organizados a utilizarem vias indiretas para fazerem chegar os produtos ao destino final.
Contudo cada um de nós tem nas mãos a possibilidade de fazer a diferença, caso se sentir tentado a comprar um animal exótico para animal de companhia não se esqueça de pedir ao vendedor o certificado CITES que garante que o animal que lhe estão a vender foi criado sob-cuidados humanos e não foi retirado do seu habitat, e no caso de querer comprar algum ornamento feito com alguma parte de um animal pense outra vez e veja se vale a pena contribuir para a destruição da natureza.

Imagem retirada e traduzida de: WWF/Dalberg. (2012). Fighting Illicit Wildlife Trfficking (p. 32). Gland, Switzerland: WWF International.

Sem comentários: