Follow by Email

sexta-feira, 14 de junho de 2013

NO TEMPO DOS NOSSOS AVÓS…

Ser avó ou avô é uma perdição! Nunca ouviram dizer? É um verdadeiro regresso à infância… É vê-los balbuciar para conseguir um sorriso do novo bebé, gatinhar no chão para estimular os primeiros movimentos autónomos do pequenote entre tantas outras gracinhas que estes seniores, os avós, se submetem com imenso prazer e agrado!

Com eles aprendemos o valor da família, mas se estivermos atentos, aprendemos muito mais… Aprendemos como se vivia antigamente, aprendemos por exemplo que há muitos anos, só se comia carne algumas vezes por semana, não se desperdiçava água porque era muito difícil de a obter, as mães e avós costuravam a roupa que era necessária, as pessoas não tinham telemóveis nem acesso à Internet!

Reutilizar e reciclar eram actividades diárias sem que houvesse “publicidade verde”. Os tempos eram outros e o Planeta mais saudável. 

No tempo dos nossos avós, as pessoas, transformavam e reutilizavam muito mais os recursos que tinham disponíveis, eram, mesmo sem saberem, mais ecológicos. Agora, nós, podemos ir ao sótão dos nossos avós e descobrir verdadeiros tesouros recicláveis e reutilizáveis. Ora vejamos, aquele candeeiro antigo limpo e com uma vela, dá uma excelente lanterna de jardim! Aquela cadeira de baloiço tratada, um óptimo recanto de leitura. A velha máquina de costura pode coser velhos retalhos de tecido e criar uma original manta de pic-nic, coberta de cama ou de sofá! E se encontrarmos os velhinhos serviços de jantar com guardanapos de pano, porque não reutilizá-los e evitar os de papel?

Também de boa idade é o Jardim Zoológico, Lisboa viu-o nascer e crescer e, tal como no tempo dos nossos avós, aqui pode passar um dia divertido em família. Agora convidamos os avós a virem conhecer um novo Zoo, diferente do que conheceram na sua juventude e preparado para os receber, incluindo um programa especialmente dedicado aos nossos queridos avós! 

Saiba mais em http://www.zoo.pt/site/actividades.php?contentid=89 e encante-se com o nosso sénior favorito, o Zoo!

Sem comentários: