Follow by Email

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Quando um animal tem que deixar o Zoo!


No âmbito do programa Europeu de Reprodução de Espécies Ameaçadas (EEP), o Jardim Zoológico enviou um Hipopótamo (Hippopotamus amphibius), para o Zoo de Turim. A troca de animais entre zoos é realizada mediante determinadas normas definidas por entidades como a EAZA - Associação Europeia de Zoos e Aquários. Neste caso como o Zoo de Turim não tinha nenhum macho e tinha essa necessidade, depois de avaliação por parte do coordenador do Programa que se situa no Zoo de Ostrava, na República Checa, foi autorizada a transferência para o Zoo italiano.

Nascido no Jardim Zoológico em 2011, o hipopótamo José Maria está quase a atingir a maturidade sexual, pelo que este é o momento indicado para iniciar uma nova etapa. Entre os herbívoros, este é o processo natural, pois podem surgir conflitos quando existem dois machos adultos. 

Os preparativos para a viagem começaram algumas semanas antes e passaram por treinar o José Maria para entrar na caixa onde viria a ser transportado. Esta caixa de transporte foi construída especialmente para o José Maria, tendo em conta as suas dimensões.

A equipa do Jardim Zoológico percorreu 2.100 km para acompanhar o animal e a sua integração na nova instalação em Turim. Ao longo do trajecto, que durou 33 horas, foram realizadas várias paragens com procedimentos de segurança e vigilância médica.

Como o hipopótamo é um animal muito habituado a água, o José Maria foi borrifado várias vezes durante a viagem, sendo que no transporte foram incluídos contentores e uma bomba própria para molhar o animal.

O hipopótamo José Maria encontra-se, agora, em fase de adaptação no Zoo de Turim e, em breve, será colocado em contacto com os outros animais do parque.

A deslocação dos animais pode ser feita por vários tipos de transporte(aéreo, terrestre ou marítimo), sendo considerados diversos aspectos, tais como o tamanho do animal ou o destino. O Jardim Zoológico costuma organizar transportes terrestres para os quais é estabelecida uma rota rigorosa de forma a rentabilizar, para entregas e recolhas de animais, de forma a rentabilizar o tempo e o transporte, reduzindo ao mínimo possível o tempo que cada animal passa dentro da caixa transportadora, o que aumenta o sucesso do próprio transporte. 

Desde 2006, o Jardim Zoológico já realizou 23 transportes de 174 animais com mais 83.084 km percorridos, o que equivalente a mais de 100 dias de viagem.

(Re) Visite o Jardim Zoológico e contribua para um projecto global de conservação!

Sem comentários: