Follow by Email

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Um presente de aniversário especial


A Vera Novais é formada em Biologia e assume-se como uma apaixonada pelo mundo natural e pelas ciências. Considera que a vida é uma constante aprendizagem e que o conhecimento de nada serve se não puder ser partilhado. 
Foi colaboradora do Centro Pedagógico e atualmente faz sucesso como jornalista no Observador. 

Hoje ofereceu-nos um presente especial pelo nosso 131º aniversário, escreveu um interessante artigo sobre o Jardim Zoológico sob a perspetiva dos tratadores que cá trabalham. Não deixe de ler aqui.

Parabéns!

Era uma vez um herói, aliás um super-herói que todos os dias ajuda a salvar vidas, muitas formas de vida. O seu objetivo principal é salvar o planeta mas para isso precisará da sua ajuda.
Esperemos que este herói viva ainda muitos anos para que as plantas, os animais e todas as formas de vida continuem a ser conservadas. Este herói é o nosso maior protetor, mas somos nós, seres humanos, os seus piores inimigos quando nos esquecemos que o planeta é também a nossa casa e que se o destruirmos não teremos onde viver. A poluição, o desperdício de recursos naturais, o desrespeito pela natureza e por todas as suas formas de vida são batalhas que este herói trava todos os dias, sensibilizando e educando todas as pessoas que cruzam o seu caminho para que mudem de atitude. Ele tenta prevenir a destruição do planeta através da educação ambiental e remediar todo o mal já feito através da Investigação e da Conservação, estas são as suas três maiores armas, Educar, Investigar e Conservar.

Hoje faz 131 anos de vida, e como a maioria dos heróis que conhecemos dos filmes e bandas desenhadas, não nasceu herói. Há muitos vilões que se transformam e tal como ele, também nós podemos mudar e transformar-nos em heróis que contribuem para a proteção da Terra e da sua Biodiversidade.

Há 131 anos nasceu num espaço de lazer, divertir o público era a sua única função, e também ele, como muitas pessoas, se esqueceu que os recursos naturais do planeta não são inesgotáveis. Felizmente cresceu, aprendeu e transformou-se em educador, investigador e um dos maiores conservacionistas de todos os tempos. Hoje protege mais de 2000 animais e tantas outras plantas, sendo a sua casa, contribuindo ainda para a conservação de muitas outras espécies no seu habitat natural; estas são também duas armas poderosas com que combate as inúmeras ameaças à Natureza, a Conservação ex situ e in situ.

Venha dar os parabéns a este herói que hoje celebra 131 anos, ajudando-o na sua missão principal de Conservação da Biodiversidade! O super-herói chama-se Jardim Zoológico e oferece uma entrada gratuita a quem celebrar o seu aniversário hoje e ainda ao 131º visitante do dia.

No site oficial também há surpresas, não deixe de espreitar a nova informação sobre as plantas do nosso Jardim e quando vier conhecê-las, poderá também aproveitar para ver a nossa mais nova cria de gorila.


domingo, 3 de maio de 2015

Grandes Mães



As Grandes primatas são grandes mães, e não, não estamos a referir-nos aos seres humanos. Não somos só nós que somos grandes mães, protetoras, carinhosas e preocupadas.

As grandes primatas dão provas de serem tudo isso também.

Sabia que o período de amamentação (mesmo em complemento a outra alimentação) nas grandes primatas pode ir até aos 4 anos?

Depois de 8 meses de gravidez a mãe Chimpanzé transporta a cria no ventre nos primeiros meses de vida, depois passa a transportá-la nas suas costas. A cria mantém-se dependente da mãe durante o período de amamentação, isto é, cerca de 3-4 anos (48 meses). Todavia, o contacto entre mãe e cria é praticamente contínuo durante o primeiro ano de vida, mas a partir do segundo ano os juvenis começam a afastar-se ligeiramente, podendo ficar a uma distância de 5 metros da mãe (que não aumenta até perfazerem os 3 anos de idade). Esta fase corresponde a uma diminuição da amamentação e ao início da alimentação independente e do comportamento lúdico. Durante o período juvenil (6-10 anos de idade), os chimpanzés permanecem na proximidade da sua mãe, mas brincam de forma independente e mantêm uma maior interação social com os restantes membros da comunidade.

Apesar de serem animais solitários, não podemos negar a forte ligação que se estabelece entre a mãe e a cria de Orango-tango. que é amamentada até aos 3-4 anos de idade e permanece com a progenitora até aos 5-6 anos. 

Quem também mama até cerca dos 4 anos (um pouco menos em algumas subespécies) é a cria do Gorila, mas esta dispensa grandes descrições pois poderá vê-la ao vivo no Jardim Zoológico!A nossa gorila-ocidental-das-terras-baixas, a Anguka presenteou-nos com um pequeno macho, ajudando assim a preservar a sua espécie que está criticamente em perigo.  É o nosso presente para todas as mães que decidam vir ao Zoo passear no seu dia e aproveitar o desconto de 15% no bilhete, desde que venham acompanhadas com a sua cria.