Follow by Email

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

NEM TUDO O QUE PARECE É: O JOGO DA IMITAÇÃO NO REINO ANIMAL

No reino animal é possível observar múltiplos padrões e cores que permitem às várias espécies estar adaptadas ao meio onde se encontram inseridas. Existem várias estratégias relacionadas com as cores e os padrões dos animais como por exemplo o mimetismo, camuflagem e as cores de aviso. 

Leão-africano (Phantera leo)

O Leão-africano apresenta uma cor amarelada da pelagem o que confere a este predador uma excelente capacidade de camuflagem na vegetação da savana, especialmente ao final da tarde, quando a luz se torna alaranjada devido ao pôr-do-sol.



Pinguim-do-cabo (Spheniscus demetrius)


O Pinguim-do-cabo apresenta uma forma muito comum de camuflagem no mar que é chamada de contra-sombra. Esta consiste em ter uma parte do corpo clara e outra escura. Este tipo de camuflagem faz com que o animal se consiga confundir com o fundo do mar (escuro) e com a superfície que é clara devido à entrada da luz.



Em determinados casos as presas procuram imitar o padrão que um predador apresenta, por forma a serem confundidos, evitando assim a predação, a este caso chamamos de mimetismo. Um bom exemplo é a Falsa-coral-de-sinaloa, que pode ser distinguida da verdadeira coral, isto porque na Falsa-coral-de-sinaloa o vermelho toca o preto, enquanto na verdadeira coral temos o vermelho a tocar o amarelo.

Venha conhecer estes e outros exemplos, ao visitar o Jardim Zoológico no dia 9 de fevereiro onde terá a oportunidade de participar numa visita guiada com um educador zoológico e ainda assistir a uma exposição sobre a temática da camuflagem.



quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

OS SERVIÇOS DOS ECOSSISTEMAS

Normalmente quando pensamos em ecossistemas apenas nos lembramos da sua definição, um sistema formado por seres vivos, com diversos fatores ambientais e interações que são estabelecidas. Um ecossistema é muito mais do que isso e o Homem como parte integrante obtém vários benefícios aos quais atribuímos o nome de serviços dos ecossistemas.
São vários os serviços que um ecossistema pode fornecer ao ser humano e podem ser classificados em 4 tipos:
  • Regulação
  • Cultura
  • Produção
  • Suporte

Os ecossistemas contribuem
 para o bem-estar do ser humano
Os serviços de regulação estão diretamente relacionados com benefícios obtidos da regulação dos processos do ecossistema, como a regulação do ciclo da água (como as inundações) ou do clima. Os serviços culturais abrangem os benefícios não materiais como a beleza, a educação os tempos livres que contribuem para o nosso bem-estar espiritual. No que diz respeito aos serviços de produção, estão são constituídos pelos bens que são produzidos pelo ecossistema, como água, alimentos ou até madeira. Por fim, os serviços de suporte são essencialmente a base de todos os outros serviços e incluem a formação do solo, a renovação de nutrientes e a biodiversidade em si.
Montado
Se utilizarmos o montado (um ecossistema tipicamente português) como exemplo, podemos observar que todos estes serviços se encontram presentes. Dois serviços que podemos destacar são o da produção, pois Portugal é um dos principais produtores de cortiça que é retirada dos sobreiros e ainda o de suporte, pois este ecossistema apresenta uma enorme diversidade biológica, onde se insere o Lince-ibérico, um dos felinos mais ameaçados do mundo.

Por todos estes serviços prestados é essencial preservar os ecossistemas, para tal torna-se necessário a implementação de medidas, como a criação de áreas protegidas e a sensibilização da população, pois só assim será possível garantir a sustentabilidade ambiental.