Follow by Email

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Mais vida no dia mundial do Animal

O meu nome é Soda, sou um Golfinho-roaz e venho apresentar-vos a minha cria que já tem 4 meses.

Este é o meu presente para todos os leitores e para todos aqueles que nos queiram visitar a partir de hoje no Jardim Zoológico e contribuir assim para a conservação da minha espécie e de tantas outras que os Zoos ajudam a conservar.

Porque esperei tanto tempo para vos apresentar a minha cria?

Não é de todo fácil o processo de reprodução da minha espécie sob cuidados humanos e mesmo após o nascimento há uma série de fatores que contribuem para a sobrevivência das crias. Agora que o vínculo entre progenitora e cria está estabelecido e que pela observação dos seus comportamentos podemos perceber que está saudável e ativa como se espera de um golfinho de 4 meses, foi chegado o momento de anunciar a todos a sua chegada. Não foi um parto fácil, eu já tenho 42 anos, uma idade considerada avançada para um Golfinho-roaz que vive sob cuidados humanos e para complicar ainda mais a minha cria resolveu nascer de cabeça. Para vocês, seres humanos, seria o ideal, mas para nós Golfinhos o habitual é nascermos de cauda. No topo da cabeça temos o espiráculo, que nos permite respirar à superfície, por isso nascer de cabeça é tão ou mais perigoso para nós como é para os seres humanos nascerem de apresentação pélvica. Mas tudo correu bem e agora amamento a minha cria em exclusivo, aos 6 meses já vai poder iniciar a alimentação sólida em complemento com o meu leite materno que lhe continuarei a dar durante cerca de 18 meses. Não é fantástico! Até já estou a ensiná-la a vocalizar.

Sabiam que o Jardim Zoológico colabora em projetos de conservação dos Oceanos?
 Destacamos a colaboração no Projecto ABRIGOS, uma rede de apoio a mamíferos marinhos que tem como objetivo recuperar e, sempre que possível, reabilitar mamíferos marinhos para posterior reintrodução ao meio natural.
 Colabora ainda com o ICNF e a RNES – Reserva Natural do Estuário do Sado – na realização de um Plano de Ação para a Salvaguarda e Monitorização da população de Golfinho-roaz do Estuário do Sado.

Como forma de assinalar o Dia do Animal, o Jardim Zoológico abre hoje as portas da Casa da Lagoa, um local resguardado, que muitas vezes serve de maternidade para o Golfinho-roaz que aqui habita. Assim ao vir conhecer esta nova família estará a ajudar o Jardim Zoológico na conservação desta espécie tão emblemática do Estuário do Sado.


Sem comentários: