Follow by Email

quinta-feira, 21 de abril de 2016

22 de abril – Dia Internacional da Mãe Terra

Sabe qual a origem deste dia? Nós contamos-lhe tudo!
O Dia internacional da Mãe Terra – este é o seu nome oficial – só existe desde 2009. Foi criado pela ONU para sensibilizar toda a população para os problemas ambientais que o nosso planeta enfrenta atualmente e lembrar que todos somos responsáveis, promovendo a mudança de hábitos e valores.

No entanto esta data não foi escolhida ao acaso, existe uma razão que fundamenta esta escolha. No dia 22 de Abril de 1970, após um desastre ambiental nos EUA, o senador Gaylord Nelson lançou uma campanha ambiental e convocou o país a manifestar-se contra a poluição e destruição do planeta. A esta convocatória responderam cerca de 20 milhões de pessoas que saíram à rua para defender a Terra.

São inúmeras as ameaças que colocam em perigo o ambiente. A mudança do planeta é inevitável, estas alterações provocadas por catástrofes naturais que muitas vezes levam à extinção de espécies e alteração da configuração das placas continentais são necessárias para que o planeta sobreviva, no entanto o homem com a utilização desmedida dos recursos naturais está a acelerar este processo de forma destrutiva, aí reside o perigo!

O relevo da Terra é influenciado pela ação de vários agentes como vulcanismo, abalos sísmicos, ventos, chuvas, marés e a ação do homem que são responsáveis pela sua formação, desgaste e mudança. A Terra já passou por pelo menos 3 grandes períodos glaciares e estará a caminho de outro se não conseguirmos reverter o processo de destruição em que se encontra.

Faça a diferença como nós! Para além da nossa missão principal, a conservação da Biodiversidade, a educação ambiental aqui não só se transmite como se pratica.
Assinalamos este dia partilhando 22 das nossas boas práticas. 
Sabia que o Jardim Zoológico:


  1. Faz separação de lixo em orgânico, embalagens, papel e cartão, vidro e pilhas?
  2. Tem painéis solares em funcionamento?
  3. Tem um parque para bicicletas?
  4. Promove a utilização de transportes públicos através de parcerias que garantem preços melhores a quem aqui se desloque de comboio?
  5. Que as folhas secas dos Plátanos do Jardim são utilizadas como substrato em instalações para tartarugas terrestres?
  6. Sabia que as penas e o pelo das mudas de alguns animais são utilizados como Enriquecimento ambiental para outras espécies, como as penas de flamingo na instalação das Chitas?
  7. Sabia que a compostagem no Jardim Zoológico é feita com materiais variados como fezes de animais e material vegetal recolhido no parque?
  8. Sabia que o adubo resultante da compostagem é utilizado para as zonas ajardinadas?
  9. Sabia que o excesso de vegetação vai para queimadas controladas permitindo assim o seu reaproveitamento para compostagem?
  10. Utilizam-se sistemas de aproveitamento das águas pluviais para a rega dos espaços verdes?
  11. A cada 1,8 horas toda a água do delfinário é tratada através de um sistema de filtros e ozono?
  12. As camas dos primatas e felinos nas instalações interiores são feitas de plástico reciclado?
  13. Os bebedouros de muitos animais repõem automaticamente a água consumida conforme suas necessidades evitando-se desperdício?
  14. Os produtos hortícolas da nossa Quintinha servem de alimento para os animais? Assim, como os ovos de galinha e codorniz produzidos.
  15. Alguns materiais utilizados em escritório como rolo de papel higiénico e papel usado triturado são usados depois pelos animais para enriquecimento ambiental ou para complementar o substrato de instalações?
  16. Existe em várias instalações água em circuito fechado, podendo assim ser maximizada a sua utilização?
  17. As folhas de jornal são utilizadas para limpar vidros e instalações?
  18. As folhas de jornal e de papel triturado são utilizadas como substrato para alguns animais?
  19. No WC, as torneiras funcionam com temporizador evitando desperdício de água.
  20. O óleo alimentar usado é enviado para reciclagem?
  21. Que os troncos e ramos das árvores podadas ou cortadas no Jardim Zoológico permite a construção de   poleiros e outro mobiliário para instalações de aves e outros animais?
  22. O fundo do nosso blogue é preto porque gasta menos energia que um fundo claro?



À NOITE NO ZOO, UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA!

À Noite no Zoo é o mais recente programa educativo do Jardim Zoológico para escolas, adequado a viagens de finalistas e não só!

De abril a junho, o Jardim Zoológico propõe uma noite inesquecível a todos os grupos escolares dos 4 aos 17 anos. Este programa dá a oportunidade, a todos os amantes da Natureza, de investigar o que realmente acontece no reino animal quando o sol se põe.

Este programa pretende celebrar a Biodiversidade, permitindo às crianças e jovens observar como os animais se comportam durante a noite, quando muitos acabam por se camuflar, silenciosamente, entre as folhas das árvores.

Os mais aventureiros não vão conseguir resistir à emoção de ouvir os rugidos dos Leões ou observar o olhar noturno e luminoso dos Tigres.

As crianças e jovens vão fazer inúmeras atividades como visitas aos bastidores, jogos dinâmicos, caças ao tesouro e peddy-papers. Estas iniciativas pretendem reforçar as capacidades individuais e o espírito de equipa, ao mesmo tempo que sensibiliza e informa para a necessidade de proteção da Natureza.

Assim sendo, todos os professores que queiram proporcionar aos seus alunos uma aventura especial e lúdica já sabem que passar uma noite no Jardim Zoológico, rodeado de sons do mundo animal e sob a luz de um céu estrelado, é o programa ideal. Não tenha medo Sr. Professor, inscreva já a sua turma!


Para mais informações sobre este programa clique AQUI.


segunda-feira, 4 de abril de 2016

A árvore que tem ouriços

Chegámos aquela altura do ano em que na rua, já cheira a castanhas, famosas no nosso país e deliciosas, são por isso usadas das mais variadas formas na nossa culinária.
A árvore que nos dá as castanhas é o castanheiro, Castanea sativa, a maior parte dos soutos do nosso país encontram-se a norte, Trás-os-Montes, que são em parte consumidas no nosso país e exportadas para outros países.
O castanheiro pertence à família das Fagáceas,  pode atingir os 25 a 30 metros de altura, tem folha caduca e grande longevidade. As folhas são oblongas e recortadas na sua margem, com um comprimento que varia dos 16 aos 28 cm.

O fruto encontra-se protegido por aquilo que vulgarmente é chamado de ouriço, pelo facto de apresentar picos, lembro o mamífero Ouriço-caixeiro, quando este é retirado temos a castanha conforme a conhecemos.
Este fim de semana, aproveites o dia de S. Martinho para provar as castanhas e vir passear ao Jardim Zoológico!