Follow by Email

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Encontro com o Tratador dos Koalas

Hoje foi  o encontro com o Sr. Barreto, o tratador dos Koalas. Durante o encontro muita informação e curiosidades foram transmitidos aos presentes. Partilhamos agora o encontro convosco aqui no blogue do Zoo.

O que quer dizer Koala?


Koala significa o que não bebe água. Isto não é inteiramente verdade uma vez que como todos os seres vivos, os Koalas têm de ingerir água. Porém eles não a ingerem no estado natural. A água necessária à sua sobrevivência é retirada das folhas dos eucaliptos de que eles se alimentam. Apesar disto, podem observar uma tigela com água dentro da instalação. Esta serve para que os tratadores monitorizarem o bem estar dos animais. Se os Koalas forem observados a beber água os tratadores sabem que algo está errado com o animal e podem rapidamente intervir.

O que comem?
Os Koalas comem as folhas de uma árvore denominada Eucalipto (Eucalyptus spp.). Existem 600 a 900 espécies de Eucaliptos, número que difere consoante os diferentes autores. Dentro destas espécies apenas 25 a 30 espécies são aproveitadas pelos Koalas para a alimentação. Essas espécies de Eucalipto variam ainda consoante a maturidade da árvore. As folhas tornam-se menos tenras com o passar dos anos e muitas vezes os Koalas só apreciam a folhagem de determinadas árvores quando esta se encontra mais tenra, não comendo quando elas ficam mais velhas.

Os machos e as fêmeas estão juntos?
Não, por duas razões. Em primeiro lugar o macho é muito territorial. Junta-se com as fêmeas apenas para acasalar daí que as fêmeas estejam sempre num grupo e os dois machos vivam em separado. O segundo motivo mas não menos importante deve-se ao facto de a reprodução de Koalas estar muito bem organizada. Existe uma pessoa dentro da comunidade dos Zoos, a nível mundial que estipula que macho vai acasalar com que fêmea de modo a evitar problemas de consanguinidade. Esta pessoa toma as suas decisões com base em registos que tem de todos os Koalas existentes em Zoos. Por exemplo, há pouco tempo chegou ao Zoo um macho vindo do Zoo Francês de Beauval para acasalar exclusivamente com uma das fêmeas.

Como se processa a reprodução e o desenvolvimento da cria?
Após a fêmea engravidar, a cria passa 30 a 35 dias no útero materno a desenvolver-se. Quando está pronta para dar à luz, a fêmea recosta-se num tronco de modo a ficar mais confortável e a cria nasce. Como fica tão pouco tempo no ventre, não é muito desenvolvida, nasce do tamanho de um feijão, com grande fragilidade a nível de braços e pernas e arrasta-se para a bolsa marsupial da sua mãe.  Aí vai permanecer a alimentar-se de leite materno até aos cinco meses, altura em que começa à procura de uma alimentação diferente. Como a cria é tão pequena, no inicio fica difícil para o tratador perceber se a fêmea realmente teve a cria ou não. Só com cerca de dois meses se começa a perceber um vulto na bolsa da mãe. Quando atinge os quatro meses a cria já é visível uma vez que começa a aparecer mesmo sem sair da bolsa.

Porque está a bolsa da progenitora virada para baixo?
Aos cinco meses a cria começa a procurar outra alimentação para complementar o leite materno. Essa alimentação, tal como para os Koalas adultos são as folhas de Eucalipto. Uma vez que as folhas de Eucalipto são de difícil digestão, os Koalas mais velhos possuem umas bactérias no estômago que os ajuda a esse processo. Porém, as crias de Koalas não nascem com essas bactérias e têm que as adquirir. Este é então o motivo da abertura da bolsa estar virada para baixo. Num dado momento da vida da cria, a progenitora ingere o eucalipto e tem a capacidade de fazer a separação das componentes do eucalipto expulsando pela cloaca a parte boa para que a cria a coma e assim adquira as tais bactérias. Como a bolsa é virada para baixo a cria consegue facilmente alcançar a cloaca sem no entanto ter que deixar a bolsa materna.

O que é a cloaca?
A cloaca é o orifício único onde se abrem o canal intestinal, o aparelho urinário e o aparelho genital.

Como ocorrem os procedimentos veterinários?

Como em todos os animais no JZ funcionamos com base numa medicina preventiva que pressupõem que em curtos períodos de tempo os animais sejam examinados, nomeadamente que sejam pesados. Para pesar os Koalas temos uma balança de bebé com um tronco no qual eles se agarram e aí permanecem quietos enquanto são pesados.

Quanto tempo vivem os Koalas?
Podem viver cerca de 15 anos na natureza porém como nos JZ têm muitos cuidados e há a ausência de predadores a longevidade dos Koalas é maior havendo registos de um Koala que ao cuidado humano viveu até aos 20 anos. Durante o tempo de vida, o Koala macho consegue reproduzir-se sempre enquanto que a fêmea deixa de se reproduzir por volta dos 12 anos.

Como se distingue o Koala macho e a Koala fêmea?
A principal diferença entre o Koala macho e fêmea está nos órgãos genitais. Porém, como passam a maior parte do tempo sentados nos ramos, a observação dos órgãos genitais torna-se mais complicada por isso a forma que nós usamos para distinguir o sexo dos Koalas é através da observação de uma mancha amarela no peito do macho. Essa mancha é o resultado de aí existir uma glândula que segrega um forte odor. Os Koalas esfregam essa glândula nos troncos das árvores como forma de marcação de território.

Como se distingue a idade nos Koalas?
Os Koalas mais novos têm o nariz mais escuro. Com o envelhecimento o nariz dos Koalas vai ficando mais claro.


Curiosidade: Convencionou-se mundialmente que em Jardins Zoológicos os nomes dados aos Koalas tinham de ser aborígenes. A título de exemplo, aqui no JZ temos uma Koala denominada Orana que significa Luz .

Sem comentários: